TOMATO RICE
TOMATO RICE
PRATOS PRINCIPAIS
PRATOS PRINCIPAIS

ARROZ DE TOMATE COM BELDROEGAS

Um Arroz de Tomate com Beldroegas, que todos vão amar! Só precisas de 30 min e de 1 panela!

Um Arroz de Tomate com Beldroegas, que todos vão amar! Só precisas de 30 min e de 1 panela!

UM DOS PRATOS MAIS SIMPLES, DELICIOSOS E ADORADOS

Arroz de tomate! Em pequenos tendemos a torcer-lhe o nariz, em adultos até nos salivamos só de pensar. O que eu sei é que numa casa portuguesa fica bem, arroz de tomate sobre a mesa. (quê, a letra da música não é assim?)

 

Falar de arroz de tomate é falar de um dos pratos mais simples, deliciosos e adorados que a gastronomia portuguesa tem. Já para não falar da sua versatilidade, pois este arrozinho combina bem com tudo, a única condição é que de seja bem malandrinho e bem suculento! Ninguém merece arroz de tomate empapado.

 

Reza a história que foi no reinado de D.Dinis que surgiram as primeiras referências escritas sobre a cultura do arroz no nosso país. Arroz esse que claro está, se destinava exclusivamente à mesa dos nobres. Actualmente o arroz é o acompanhamento mais comum na mesa dos portugueses, independentemente da sua condição financeira. Aquela combinação mítica de arroz com batatas, estão a ver? Só em Portugal! Porque decidir entre uma coisa e outra é algo que temos dificuldade em fazer, e abdicar do arroz, bem, isso então ainda é mais complexo. Na produção de arroz, Portugal é actualmente um dos maiores produtores, mas lugar que ninguém nos tira é o de maior consumidor a nível europeu! Haja arroz pra tanto tuga!

 

Bom, depois desta breve contextualização acerca da relação apaixonada dos portugueses com o arroz, preciso de vos dizer que, a receita de arroz de tomate que se segue tem mais qualquer coisa que a torna ainda mais especial! Muitas vezes subestimamos ou desconhecemos o valor daquilo que nos rodeia e nos parece lixo, mal sabemos as riquezas que muitas vezes deitamos fora. É o caso da D.Beldroega, uma ervinha conhecida por todos, ignorada por grande parte e adorada por todos aqueles que se atrevem a prová-la!

 

Para aqueles que sabem o que são beldroegas e estão surpreendidos de as ver introduzidas numa receita, e para aqueles que nunca ouviram falar de tal coisa, espreitem o meu último post que vos vai elucidar muito bem acerca desta pequena erva comestível! Sim, sim, isso mesmo ERVA COMESTÍVEL!! Podia ser caso para dizer “estranha-se e depois entranha-se”, mas as beldroegas nem nos deixam espaço para estranhar de tão deliciosas que são!

 

Quem vos traz a receita hoje é o The Other Vegan, ele que também se tornou fã incondicional desta erva comestível e que não resistiu a criar uma receita daquelas que nos enche a barriguinha e a alma!

ESTA RECEITA É:

 

TRADICIONAL | FÁCIL | ECONÓMICA | LIGEIRAMENTE PICANTE | COMIDA DE CONFORTO |SUCULENTA | SEM GLÚTEN | VEGANA

 

Sabem aquele arrozinho de tomate soltinho que foge pelo prato fora, emana um aroma aconchegante e nos faz lamber os beiços? É este! Simples, rápido, prático e com as beldroegas á mistura para tornar tudo ainda mais incrível e muito mais rico nutricionalmente!

Toca a ir buscar a panela que hoje o jantar já está decidido!

TOMATO RICE
TOMATO RECIPE
TEMPO DE PREPARAÇÃO 10 MIN
TEMPO DE COCÇÃO 20 MIN
TEMPO TOTAL 30 MIN
DOSES 5
RESTRIÇÕES ALIMENTARES SEM GLÚTEN | 100% VEGETAL
COZINHA PORTUGUESA
TEMPO DE PREPARAÇÃO 10 MIN
TEMPO DE COCÇÃO 20 MIN
TEMPO TOTAL 30 MIN
DOSES 5
RESTRIÇÕES ALIMENTARES SEM GLÚTEN | 100% VEGETAL
COZINHA PORTUGUESA

Ingredientes:

1 cebola

2 dentes de alho

1 folha de louro

Azeite

2 c.sopa de molho de soja

1 pimento vermelho

1 pimento verde

3 chávenas de beldroegas (apróx. 4 mãos cheias)

½ kg de arroz carolino

300ml de polpa de tomate

2 tomates médios

Sal

Pimenta Cayenne

Ingredientes:

1 cebola

2 dentes de alho

1 folha de louro

Azeite

2 c.sopa de molho de soja

1 pimento vermelho

1 pimento verde

3 chávenas de beldroegas (apróx. 4 mãos cheias)

½ kg de arroz carolino

300ml de polpa de tomate

2 tomates médios

Sal

Pimenta Cayenne

Instruções:

1- Pica a cebola e o alho, corta os pimentos em tiras finas, e os tomates em cubos pequenos.

 

2- Numa panela, coloca a cebola e o alho juntamente com um fio de azeite generoso, e deixa refogar até que a cebola fique translucida e ligeiramente dourada.

 

3- Adiciona 4 chávenas de água (o dobro da medida que usares de arroz), a polpa de tomate, os tomates e os pimentos e deixa levantar fervura. Assim que levantar fervura, adiciona o arroz e todos os temperos, reduz o lume para brando para que continue a ferver mas de modo lento, por cerca de 12 minutos.

 

4- Passados os 12 minutos, adiciona as beldroegas previamente lavadas e prontas, adiciona também cerca de 1 chávena de água e mexe. Para obtermos um arroz malandrinho e suculento, é necessário adicionar sempre um pouco mais de água que o normal. Deixa cozinhar por cerca de 3 minutos.

 

5- Assim que passem os 3 minutos ou que vejas que o arroz está praticamente cozido, desliga o lume, coloca o testo na panela e deixa recozer por mais 3 minutos.

 

6- Idealmente o arroz malandrinho deve ser servido de imediato para que não perca a sua suculência.

Instruções:

1- Pica a cebola e o alho, corta os pimentos em tiras finas, e os tomates em cubos pequenos.

 

2- Numa panela, coloca a cebola e o alho juntamente com um fio de azeite generoso, e deixa refogar até que a cebola fique translucida e ligeiramente dourada.

 

3- Adiciona 4 chávenas de água (o dobro da medida que usares de arroz), a polpa de tomate, os tomates e os pimentos e deixa levantar fervura. Assim que levantar fervura, adiciona o arroz e todos os temperos, reduz o lume para brando para que continue a ferver mas de modo lento, por cerca de 12 minutos.

 

4- Passados os 12 minutos, adiciona as beldroegas previamente lavadas e prontas, adiciona também cerca de 1 chávena de água e mexe. Para obtermos um arroz malandrinho e suculento, é necessário adicionar sempre um pouco mais de água que o normal. Deixa cozinhar por cerca de 3 minutos.

 

5- Assim que passem os 3 minutos ou que vejas que o arroz está praticamente cozido, desliga o lume, coloca o testo na panela e deixa recozer por mais 3 minutos.

 

6- Idealmente o arroz malandrinho deve ser servido de imediato para que não perca a sua suculência.

ALGUMAS DICAS:

N/D

ALGUMAS DICAS:

N/D

FIZESTE ESTA RECEITA? ENTÃO PARTILHA.

Marca @things_about_a_vegan_girl no instagram e usa a hashtag #thingsaboutavegangirl para que todos possamos ver a tua obra de arte!!!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on vk
Share on whatsapp
Share on email

FIZESTE ESTA RECEITA? ENTÃO PARTILHA.

Marca @things_about_a_vegan_girl no instagram e usa a hashtag #thingsaboutavegangirl para que todos possamos ver a tua obra de arte!!!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on vk
Share on whatsapp
Share on email

TAMBÉM PODES GOSTAR...

TAMBÉM PODES GOSTAR...

Sê o primeiro a receber as minhas últimas receitas.

SUBSCREVE A MINHA NEWSLETTER. É GRÁTIS!

SUBSCREVE A

MINHA NEWSLETTER.

É GRÁTIS!

Sê o primeiro a receber as minhas últimas receitas.